• Marketing DLG

Quais tipos de empresa você pode abrir?


Você identificou uma oportunidade de mercado, montou um plano de negócios e decidiu abrir uma empresa. Esbarrou então na burocracia e na complicada legislação societária brasileira ao dar um dos primeiros passos para obter seu CNPJ:

Qual natureza jurídica escolher?

A legislação brasileira permite diversos tipos de empresas e sociedades distintas. O empreendedor não tem uma tarefa fácil ao realizar a escolha.

Abaixo listamos os principais tipos e suas características.

MEI - Micro Empreendedor Individual

Destina-se ao pequeno empresário individual. É uma maneira rápida e prática de ter um CNPJ. A formalização é toda feita online.

A grande vantagem do MEI é justamente a sua praticidade e ausência de burocracia. Além disso, o custo tributário é baixo: cerca de R$ 50,00 por mês.

Por ser direcionado ao Micro Empreendedor, apresenta algumas restrições, como:

• Não permite pessoa que seja sócia de outra empresa.

• Faturamento máximo de R$ 60.000,00 por ano.

• Limite de um empregado.

• Não permite todas as atividades.

Empresário Individual

Destina-se a pessoa que empreende individualmente, porém não se enquadra nos requisitos do MEI.

A vantagem do empresário individual é não necessitar de sócios.

Porém a responsabilidade do empresário individual é ilimitada. O titular responde com seus bens pessoas por dívidas da empresa.

EIRELI - Empresário Individual de Responsabilidade Limitada

O principal ponto da EIRELI é a responsabilidade limitada pelo seu capital social. O empresário não responde com seus bens pelas dívidas da empresa.

Como contraponto a responsabilidade limitada, o capital da empresa no registro deve partir de 100 salários mínimos.

O patrimônio do empreendedor pode ser afetado em caso de fraude.

Ltda - Sociedade Limitada

É caracterizada por ter mais de um sócio, e pela responsabilidade limitada. Os sócios respondem individualmente pela integralização do capital social. A partir disso, o patrimônio não pode ser afetado por dívidas da sociedade.

Em caso de fraude, o patrimônio dos sócios pode ser requerido para pagar dívidas da empresa.

S/A - Sociedade Anônima

É uma modalidade geralmente utilizada por médias e grandes empresas. A vantagem é a livre negociação de suas ações. Investidores podem movimentar suas participações sem que isso demande alteração de estatutos ou contratos da sociedade.

A responsabilidade também é limitada. O acionista responde apenas pelo preço de subscrição ou compra das ações.

O alto custo de manutenção é a grande questão a ser considerada no caso de S/A.

Qual delas você deve escolher?

O MEI é uma boa opção, se possível. A baixa tributação e pouca burocracia são grandes vantagens. A responsabilidade do MEI não é muito diferente do profissional autônomo, que é geralmente a outra opção de quem escolhe essa modalidade.

Quando a empresa crescer e for inviável ser MEI, evite optar pelo Empresário Individual. A possibilidade de ter o patrimônio pessoal afetado por dívidas da empresa dificilmente compensa a escolha. Em atividades de baixíssimo risco a opção pode ser considerada.

Caso exista capital suficiente, e você não estiver impedido, ser EIRELI é mais seguro do que Empresário Individual.

Em empreendimentos com mais de um sócio, ou caso a opção seja entre Empresário Individual e Limitada, a segunda é mais recomendada. Ser Empresário Individual é um grande risco ao patrimônio pessoal.

A Sociedade Anônima é uma boa opção quando o valor do investimento e lucro potenciais compensam o alto custo. É a principal escolha quando grandes investidores entram em uma empresa pela segurança que garante aos acionistas.

É importante que a escolha seja feita com cuidado, pois qualquer mudança posterior significará mais custos e burocracia.

Solicite um orçamento para abrir sua empresa no RJ.