• Marketing DLG

Descubra como empreender em Niterói e obter sucesso

Atualizado: 11 de Nov de 2019


Como Empreender em Niterói

Conhecida pela Praia de Icaraí, pelo Museu de Arte Contemporânea, pela Praça Juscelino Kubitschek e pela Fundação Oscar Niemeyer, entre outros pontos turísticos, a cidade de Niterói é também lembrada como importante centro econômico.


Não apenas ao que se refere ao setor de turismo, mas ainda por ser um município com forte tradição no comércio, essa cidade do estado do Rio de Janeiro está de portas abertas para quem deseja empreender em Niterói. E os motivos são muitos.


Além de possuir uma das maiores rendas per capita do país, segundo índices do IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, conta com um dos mais elevados PIB do Rio de Janeiro. Ou seja, a combinação perfeita para quem quer investir no município.


Quer saber mais sobre o potencial dessa cidade para os mais diversos tipos de negócio e como fazer a abertura de empresa? Então, continue lendo este artigo e, nos tópicos a seguir, descubra como empreender em Niterói e obter sucesso.


  • Características da cidade de Niterói

  • Potencial de Niterói para os negócios

  • Como empreender em Niterói

  • Como fazer plano de negócios

  • Procedimento para abertura de empresa

  • Escolha do regime jurídico e tributário

  • Dicas para empreender com sucesso


Características da cidade de Niterói


Niterói é uma cidade que, além de fazer fronteira com a capital carioca, por meio da Baía de Guanabara, tem em seus limites os municípios de São Gonçalo e Maricá. Distante 15 km do Rio de Janeiro, em sua história, já foi capital por duas vezes.


O município de Niterói possui diferentes apelidos. Entre eles, Nikiti, Cidade Sorriso, Nikiti City e Terra de Araribóia. O seu atual nome tem origem tupi e recebe diferentes significados, como água que se esconde, porto sinuoso e rio verdadeiro frio.


A história da cidade inicia em 1555, quando o navegador francês Nicolas Durand de Villegaignon chegou ao local e denominou o lugar de França Antártica. No entanto, o ano de 1573 é o da sua fundação.


De lá para cá, muito aconteceu na região e, hoje em dia, Niterói é formada por 52 bairros.


Além disso, é organizado em cinco regiões de planejamento que, por sua vez, são subdividas em 19 sub-regiões.


E embora não esteja entre as cidades com maior área do estado, está entre as cinco mais populosas do Rio de Janeiro. Em outras palavras, é possuidora de um grande público consumidor.


Potencial de Niterói para os negócios



Como Empreender em Niterói


Por conta de todas as suas características, inclusive, pelos altos índices que possui em relação à renda per capita da população e ao PIB, é considerado um município com imenso potencial econômico. Inclusive, para quem deseja empreender em Niterói.


Como já dito, mesmo que o turismo se realce, não só porque está ao lado da capital carioca, mas também por ser a sede de diversas e importantes atrações turísticas, outros setores da economia se destacam. É o caso do comércio e da prestação de serviços.


Dessa forma, é uma cidade atrativa para novos empreendedores, inclusive, se quiserem investir em inovação, uma vez que existe um público consumidor com uma elevada média salarial. Portanto, novas ideias costumam dar certo.


Prova disso é mostrado pelo levantamento realizado pela consultoria Urban Systems, que colocou Niterói na primeira posição do ranking de Melhores Cidades Para Fazer Negócios no Rio de Janeiro em 2019. Enquanto isso, no país, está em 11º lugar.


Para executar esse estudo, foram levados em consideração diferentes aspectos. Entre eles, o potencial de desenvolvimento econômico de mais de 300 municípios com pelo menos 100 mil habitantes, tendo como base as suas condições de infraestrutura.


O ramo hoteleiro, cervejeiro e de produção audiovisual são alguns dos mais proeminentes. Mas tratam-se apenas de exemplos, afinal, em Niterói há um público consumidor exigente, que demanda estabelecimentos de qualidade em todos os segmentos de mercado.


Como empreender em Niterói


Niterói é uma cidade de muitas oportunidades para os mais variados nichos de comércio e prestação de serviços, além de alguns ramos do setor industrial. Mesmo assim, exige-se que as empresas sejam legalmente formalizadas, assim como em qualquer outro lugar.


Portanto, quem deseja empreender em Niterói deve seguir o mesmo procedimento que negócios de outras cidades do país. Isso porque os trâmites para abertura de empresa são iguais em todo o território nacional.


No entanto, algumas taxas, que devem ser pagas durante a abertura de empresa, e mesmo os impostos, que precisam ser pagados posteriormente podem variar. Afinal, existem tributos estaduais e federais e até municipais.


Vale dizer ainda que, empreendimentos do setor de prestação de serviços são os tipos de negócio que mais podem apresentar peculiaridades em sua abertura e administração. Isso porque esse setor é regido pelo município, então, Niterói tem suas próprias regras.


Desse modo, é necessário saber quais são os trâmites legais. E, embora seja um procedimento burocrático, atualmente, com o uso da internet, se tornou muito mais simples.


Além disso, recomenda-se conhecer a importância de ter um planejamento estratégico.


Afinal, por mais oportunidades que haja para quem quer empreender em Niterói, é preciso ter um plano robusto e conciso para obter sucesso no segmento de mercado no qual pretende atuar. Nesse contexto, planejar é palavra chave.


Como fazer plano de negócios


Antes dos trâmites legais para a abertura de empresa simples, é importante que se tenha uma ideia clara do tipo de negócio que se quer ter. Para tanto, o primeiro passo é ter um planejamento estratégico, o que é possível com o desenvolvimento de um plano de negócio.


Ele é essencial para se ter mais clareza do seu empreendimento. Em outras palavras, o plano de negócio serve para você ter uma visão mais ampla e geral do negócio que deseja abrir em Niterói.


Esse plano pode ser escrito em um software no computador, em uma folha de papel ou em um mural, sendo que o mais relevante é que possua todas as informações necessárias.


Entre elas, é possível destacar as seguintes:


  • Segmento de mercado e produto ou serviço que será comercializado;

  • Perfil detalhado do público alvo consumidor;

  • Onde a empresa vai operar (localização ou de forma online);

  • Quais são os membros da equipe;

  • Quem são os fornecedores;

  • Orçamento disponível (ou necessidade de buscar investimento);

  • Ações de marketing para divulgar empresa.


Mesmo que para iniciar abertura de empresa simples junto à Prefeitura seja preciso ter apenas o endereço da onde o seu negócio vai funcionar, é importante que as demais informações já sejam levantadas.


Desse modo, consegue-se estar bem preparado para quando a sua empresa já estiver aberta no papel. Afinal, você não quer passar por todos os trâmites legais burocráticos e, ao final, perceber que não levou em conta algum aspecto que inviabiliza o negócio, não é mesmo?


Além disso, com o plano de negócios você não esquece de nada que é imprescindível para montar uma empresa e obter sucesso no médio prazo. E mais, é nesse momento que você deve definir um diferencial de mercado, que vai ajudar a alavancar o seu empreendimento.


Lembre-se que, em maior ou menor grau, uma grande parte dos nichos de mercado já está bem concorrida. Frente a isso, é essencial que, mesmo vendendo um produto ou serviço que já exista no mercado, essa tarefa seja executada de uma maneira diferente, inovadora.


Mas isso não quer dizer que você não possa empreender em Niterói com um produto ou serviço 100% novo. Outras formas de ter um diferencial de mercado competitivo são com preços mais baixos, atendimento de alto padrão ou outra estratégia que chame a atenção.


Procedimento para abertura de empresa


Depois de concluir o seu plano de negócios e ter, de forma bem clara, na sua mente, como vai funcionar o seu empreendimento em Niterói, chega a hora de começar o procedimento legal. Veja a seguir qual é o passo a passo para essa etapa.


· Registro na Junta Comercial


O primeiro passo é se encaminhar à Junta Comercial de Niterói. É lá onde você solicita a abertura de empresa. Hoje, esse procedimento pode ser feito todo, ou em grande parte, pela própria internet, no site da RedeSim, onde o mesmo é unificado.


Assim, reunindo os documentos necessários é possível agilizar o processo. No entanto, nada impede que você faça tudo pessoalmente, se preferir. Tanto de forma online ou presencial, antes mesmo de dar entrada na abertura de empresa, é preciso fazer a consulta prévia.


Ela serve para você saber se pode abrir o negócio no endereço que deseja. Para tanto, deve pesquisar em banco de dados da prefeitura, a fim de averiguar se no local pretendido é possível abrir um empreendimento como o seu.


Em geral, as restrições são mais comuns para o setor industrial, posto de gasolina e estabelecimentos com riscos ao entorno. De qualquer forma, não se pode deixar de lado essa etapa.


Até porque na consulta prévia é necessário ainda verificar se não existem pessoas jurídicas com nomes iguais ou parecidos com aquele que você deseja dar a sua empresa. Nesse caso, é preciso mudar o nome. Com isso verificado, chega a hora de reunir os seguintes documentos:


  • Contrato Social ou Requerimento de Empresário Individual ou Estatuto, em três vias;

  • Cópia autenticada do RG e CPF do titular ou dos sócios, quando existirem;

  • Requerimento padrão;

  • FCN - Ficha de Cadastro Nacional modelo 1 e 2;

  • Comprovante de pagamento de taxas de DARF.


No contrato social deve constar objetivo da empresa, bem como o aspecto societário, assim, é um documento exigido apenas quando há sócios. Caso contrário, pode-se preencher somente o estatuto ou requerimento.


Vale lembrar que, se você pretende abrir uma microempresa é necessário contratar um Contador em Niterói para ajudar com todo o trâmite. Isso é essencial não só porque é obrigatório para a maioria das empresas após a abertura, mas também porque esse profissional já conhece o “caminho das pedras”.


· Obtenção do CNPJ


Depois de aprovados todos os documentos, chega a hora de solicitar o CNPJ - Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas. Isso é feito pelo site da Receita Federal, mas quem optar por realizar os trâmites pela RedeSim já obtém o CNPJ sem ter que acessar o site do órgão.


Da mesma forma, consegue a inscrição estadual do seu negócio, no caso de ser do setor de comércio ou indústria. Essa inscrição serve para o cálculo posterior do ICMS. Mas, se você é um prestador de serviços, deve apenas obter a inscrição municipal.


Ao ter o CNPJ em mãos, a sua empresa está finalmente constituída. No entanto, ainda não acabou, para operar, é preciso buscar os alvarás necessários.


· Licenciamento das atividades


Nessa etapa da abertura de empresa, é preciso que você tenha as autorizações necessárias para o seu empreendimento funcionar. De acordo com o ramo de atuação, é preciso um maior ou menor número delas.


O alvará de funcionamento é uma exigência de praticamente todos os negócios, sendo o básico para um estabelecimento começar a funcionar. Para essa licença em Niterói, é preciso dos seguintes documentos:


  • Cópia do Contrato Social ou Estatuto;

  • Cópia do CNPJ;

  • IPTU de imóvel;

  • Cópia do RG e do CPF do proprietário.


Esses são os documentos gerais, sendo que podem ser solicitados outros, conforme o seu ramo de atividade. Para mais detalhes, verifique no próprio site da prefeitura de Niterói, no link https://fazenda.niteroi.rj.gov.br/site/alvara/.


Junto a isso, é preciso verificar quais as demais licenças que são necessárias, como a do Corpo de Bombeiros Militar, mais uma exigência de praticamente todos os estabelecimentos. De modo semelhante, existe a Licença sanitária.


Esse alvará costuma ser obrigatório para estabelecimentos que manipulam alimentos. Já para negócios que ofereçam risco ambiental, é preciso a Licença ambiental. Empresas que atuam com produtos químicos controlados ou de origem animal devem obter alvarás específicos.


Sobre quanto custa abrir uma empresa, é possível dizer que, para quem quer empreender em Niterói, o valor pode ficar entre R$ 600 e R$ 1.200. Porém, é somente uma média e, conforme o seu tipo de negócio, esse valor pode ser até mesmo menor ou maior.


· Abertura de empresa para MEI


Todo o procedimento que vimos até agora é para quem deseja abrir empresa como microempresário ou mesmo pequeno empresário. Porém, há mais uma opção, de ser MEI – microempreendedor individual.


Trata-se de uma forma muito simples, indicada, principalmente, para quem trabalha como autônomo. Nesse caso, não pode ter mais do que um funcionário com carteira assinada, nem ter sócios ou ser sócio de outra empresa, tampouco faturar mais de R$ 81 mil por ano.


Se você se enquadra nesses requisitos, basta acessar o Portal do Empreendedor. Com isso, consegue-se um CNPJ em pouquíssimo tempo. Porém, antes veja se a sua atividade profissional pode ser enquadrada como MEI.


Escolha do regime jurídico e tributário


Quem não pode ser MEI, em geral, opta pela abertura de empresa como microempresário que, hoje, pode faturar até R$ 360 mil por ano. Mas se a sua empresa faturar mais do que isso e não ultrapassar R$ 3.600.000,00, então, é uma EPP.


Ou seja, uma empresa de pequeno porte. Nesse sentido, é possível escolher entre diferentes formas de regime jurídico.


· Regime jurídico


A empresa que tiver sócios vai ser, obrigatoriamente, uma Sociedade Limitada, a conhecida LTDA. Se não for o seu caso, você pode escolher entre EI – Empreendedor Individual e EIRELI - Empresa Individual de Responsabilidade Limitada.


A diferença entre ambos é que, no primeiro caso, os seus bens pessoais e os da sua empresa são os mesmos. Assim, se houver problemas financeiros empresariais, o governo pode usar o seu dinheiro pessoal para quitar as dívidas.


No EIRELI, os bens são separados. No entanto, é preciso ter um alto capital pessoal para se enquadrar nesse regime de, pelo menos, 100 salários mínimos. Bens em seu nome podem entrar no seu capital.


· Regime tributário


Microempresas e empresas de pequeno porte podem optar pelo Simples Nacional, que se refere a uma forma simplificada que o governo criou de cobrar os tributos. Com isso, o empresário deve pagar todos os impostos em uma única guia.


Também recebe descontos e, assim, é muito vantajoso para negócios de diferentes segmentos de mercado que desejam empreender em Niterói. No entanto, embora bastante benéfico, nem todas as empresas se beneficiam com abertura de empresa Simples Nacional.


Em geral, é adequado para aquelas que possuam uma boa participação das despesas na folha salarial. Quando não é esse o caso, existe o Lucro Presumido, que combina melhor com negócios com margens de lucro acima dos limites de presunção e baixos gastos de operação.


Há também o Lucro Real, sendo que essa opção é pouca procurada por novos empreendimentos. Afinal, assenta bem com negócios que têm margens de lucro baixa ou que até estão com prejuízo, além de terem despesas altas com suas operações.


Dicas para empreender com sucesso


Agora que você já sabe como empreender em Niterói, vantagens de investir nessa cidade e quais são as melhores oportunidades de sucesso, está na hora de colocar o seu plano de ação em prática. Para tanto, tenha todos os cuidados necessários.


Afinal, por melhor que seja a sua ideia de negócio, é preciso seguir todos os trâmites necessário. E, claro, apenas apostar na abertura de empresa quando já tiver um plano de negócios robusto e realista, o que confere maiores chances de êxito.


Abertura de empresa em Niterói


Precisa de mais informações? Veja nosso artigo sobre como abrir uma empresa em Niterói.

0 visualização

Rua Doutor Borman, 23, sala 1017 - CEP: 24.020-320 - Centro - Niterói/RJ - Telefone: (21) 2620-2886 - E-mail: contato@dlgconsult.com - CRC:RJ-005484/O-4